26 de Maio de 2019 - 18:11
29/08/2017 - 18h09 PERGUNTAR NÃO OFENDE

O cochilo de Dinaldinho com a sua bancada que não homenageou Romero foi proposital?

Por Blog do Ninja

A iniciativa até surgiu, mas o título de cidadão patoense para o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), que pertence ao mesmo partido do prefeito de Patos, Dinaldo Wanderley (PSDB), não logrou êxito na Câmara Municipal.

O estranho é que o tucano tem a maioria de parlamentares na bancada de sustentação e muitos deles não quiseram dar a Romero essa homenagem de se tornar cidadão patoense.

A proposta era da vereadora Edjane Araújo (PRTB). O projeto para o título de cidadão foi negado, inclusive, pelo líder do governo municipal na casa legislativa, Antônio Nascimento (PSDB).

Perguntar não ofende: “O cochilo de Dinaldo Wanderley junto à bancada foi proposital?”

Share

Henrique Lima

É graduado em Comunicação Social e Licenciatura em História pela UFPB e Bacharel em Direito pela Faculdade Maurício de Nassau. Amante dos bastidores da política, há sete anos atua como repórter do programa Correio Debate, na rede Correio Sat.

Contato