21 de Abril de 2019 - 22:02
15/01/2019 - 18h36

PERGUNTAR NÃO OFENDE: É cedo para começar a falar em disputa municipal em Campina Grande?

Por Blog do Ninja

Não é de hoje que se comenta sobre sucessão municipal. Acaba uma eleição e já se fala da próxima. Em 2019 não será diferente. A cidade que sai na frente nos debates é Campina Grande.

Em entrevistas durante 2018 três nomes de peso comentaram desejo de governar a cidade e entrar para a disputa em 2020, mas era muito cedo e as eleições estavam mais em alta nas conversas. No entanto, vamos lembrar quem demonstrou esse desejo e que pode começar a articular o próximo pleito trabalhando e muito em 2019.

A senadora eleita Daniella Ribeiro (PP) já mostrou que tem vontade ser prefeita de Campina, mas agora no Senado, seu nome pode ter ficado para mais adiante nas pretensões municipais.

Outro que comentou várias vezes o desejo de ser prefeito da Rainha da Borborema foi o deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) que terá dois anos para fundamentar seu sonho com muito trabalho na Casa de Epitácio Pessoa e levar benefícios para a cidade.

O mais recente a destacar o desejo de disputa é o também deputado estadual Manoel Ludgério (PSD) que já foi secretário do prefeito Romero Rodrigues (PSDB) e mostrou trabalho na gestão municipal.

Cássio Cunha Lima corre por fora nessa corrida. Fora da política por falta de mandato, o ex-senador, ex-governador e ex-prefeito da cidade acaba sendo lembrado como favorito, mas não é novidade.

Muitos nomes virão até 2020, mas começou a época de especulações e desejos. Mas PERGUNTAR NÃO OFENDE: É cedo para começar a falar em disputa municipal em Campina Grande?

Share

Henrique Lima

É graduado em Comunicação Social e Licenciatura em História pela UFPB e Bacharel em Direito pela Faculdade Maurício de Nassau. Amante dos bastidores da política, há sete anos atua como repórter do programa Correio Debate, na rede Correio Sat.

Contato