26 de Maio de 2019 - 17:28
28/02/2019 - 17h59

NINJA NA REDE – Bruno Cunha Lima conta história de menina venezuelana e conclama: “Precisamos estender a mão para quem precisa”

Por Blog do Ninja

O ex-deputado estadual Bruno Cunha Lima fez uma reflexão nesta quinta-feira (28) acerca do momento vivido na Venezuela e a dicotomia de sentimentos pela qual passam os refugiados que encontram abrigo em outras nações, sobretudo no Brasil.

Citando José Saramago “A alegria e a tristeza não são como água e óleo. Elas coexistem”, Bruno publicou uma foto de uma menina venezuelana que chora a tristeza de ter que abandonar seu país para fugir da fome e da violência, ao mesmo tempo que sorri por ter ganhado um sanduíche de um grupo de missionário brasileiros.

“Ninguém vive apenas de momentos felizes, mas, também, que ninguém tem apenas motivos pra chorar. Assim somos nós, vivendo essa dicotomia o tempo inteiro!” refletiu.

Ele também conclamou a população a fazer a sua parte.

Confira:

View this post on Instagram

A frase é de José Saramago. A foto é de uma menina venezuelana de 5 anos, refugiada em Roraima. As lágrimas, certamente, são graças ao desespero de precisar abandonar, junto com a família, seu país, sua cidade, sua rotina, seus amigos, sua vida, para fugir da fome, da violência, do desemprego, da loucura, as lágrimas, certamente, são graças à incerteza, ao medo e à falta de quase tudo. O sorriso é graças ao sanduíche que ela recebeu de um grupo de missionários brasileiros. Quando Saramago diz que “a alegria e a tristeza não são como água e óleo” e que elas “coexistem”, sinto que ele se refere ao fato de que NINGUÉM vive apenas de momentos felizes, mas, também, que ninguém tem apenas motivos pra chorar. Assim somos nós, vivendo essa dicotomia o tempo inteiro! Em meio aos momentos difíceis, precisamos lembrar recebemos da parte de Deus a graça de ver o sol nascer sobre as nossas cabeças mais um dia e que, com o direcionamento do Senhor, podemos tomar as rédeas da nossa vida, mudar as situações ou aprender com elas. Tiro duas lições dessa imagem: 1) Precisamos nos compadecer da dor do nosso semelhante. Precisamos, sobretudo, estender a mão para quem precisa da nossa ajuda, da nossa força, afinal, é como o próprio Cristo disse em Mateus 25: “E o Rei dirá: ‘Eu lhes digo a verdade: quando fizeram isso ao menor destes meus irmãos, foi a mim que o fizeram’.” (Mateus‬ ‭25:40‬ ‭/ vale a pena ler o trecho inteiro do versículo 31 ao 40) 2) Existe um ditado britânico que diz “every cloud has a silver lining” – toda nuvem tem uma uma linha prateada (em tradução formal). Em outras palavras, tudo tem seu lado positivo, toda dificuldade, toda situação desagradável tem sua vantagem: se não te faz imediatamente mais feliz, te faz mais forte! Mais forte ao ponto de evitar os erros do passado e mais forte para enfrentar o que vem pela frente. #orepelaVenezuela #façasuaparte #refugiados #bible #venezuela #prayforVenezuela

A post shared by Bruno Cunha Lima (@brunocunhalima) on

Share

Henrique Lima

É graduado em Comunicação Social e Licenciatura em História pela UFPB e Bacharel em Direito pela Faculdade Maurício de Nassau. Amante dos bastidores da política, há sete anos atua como repórter do programa Correio Debate, na rede Correio Sat.

Contato