22 de Março de 2019 - 17:04
05/03/2019 - 08h31 NINJA NA REDE

Encenação polêmica do carnaval de São Paulo repercute entre políticos paraibanos: “É um vilipêndio, um crime” diz vereadora

Por Blog do Ninja

Vem dando o que falar desde o último domingo (03), uma encenação no desfile da escola de samba Gaviões da Fiel, onde em determinado momento da coreografia, o ‘diabo’ aparece vencendo ‘Cristo’, que cai ao chão com os braços estendidos em forma de cruz.

Na Paraíba ao menos dois políticos se indignaram com o ocorrido através das suas redes sociais. O deputado estadual Wallber Virgolino e a vereadora Eliza Virgínia.

Wallber questionou a manifestação cultural e falou em inversão de valores e sobre tempos “de total escárnio e desmoralização da religião”.

View this post on Instagram

Estado laico ou Estado vadio? . Manifestação Cultural???? Livre manifestação do pensamento??? . Diz a Bíblia no Salmos 33:12: “Bem-aventurada é a nação cujo Deus é o Senhor, e o povo ao qual escolheu para sua herança”. . Em tempos de inversão de valores e de total escárnio e desmoralização da religião e das constantes tentativas de desacreditar a importância de Jesus Cristo, é um tremendo desrespeito e absurdo admitirmos condutas como as de ontem propalada pela Escola de Samba Gaviões da Fiel no Anhembi em São Paulo. . Sei que vivemos em um país laico, porém não tenho como admitir, ao passo que questiono a real intenção e a responsabilidade do Estado, através das instituições públicas acerca do salvo conduto para agremiações, em nome da cultura e da livre manifestação do pensamento, cometerem crimes. . Crime sim, pois o caput do art. 208 do Código Penal tipifica como crime: “Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa…”. . Não é que eu seja conservador demasiadamente, mas a sociedade brasileira deve e tem que rever alguns conceitos e posturas, sobretudo, em relação à religião e o respeito à cresça de outrem. O direito de um, começa quando termina o direito do outro. Não só de direitos pode viver uma sociedade. Não esqueçamos dos deveres e obrigações. . Na atual situação crítica que vive a Segurança Pública com o crescimento assustador da violência, a crise moral, ideológica e religiosa que vive o país, o diabo não pode vencer JESUS, nem de brincadeira ou em nome de qualquer tipo de manifestação. . Meu total repúdio e repulsa a esse tipo de “manifestação cultural e manifestação de pensamento”. . Reflitamos!!!!! #comascoisasdedeusnaosebrinca #maisrespeito

A post shared by WALLBER 🇧🇷VIRGOLINO FERREIRA (@virgulino_lampiao) on

Já a vereadora Eliza Virgínia questionou que políticos não podem recitar algo que tem o nome de Deus por conta do Brasil ser um estado laico, enquanto que a encenação, paga muitas vezes com o dinheiro público pode acontecer.

“É um vilipêndio, um crime contra a religião majoritária dos brasileiros”.

Share

Henrique Lima

É graduado em Comunicação Social e Licenciatura em História pela UFPB e Bacharel em Direito pela Faculdade Maurício de Nassau. Amante dos bastidores da política, há sete anos atua como repórter do programa Correio Debate, na rede Correio Sat.

Contato