• domingo, 19 de maio de 2024

O Prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima, conduziu uma reunião nesta quinta-feira (04) com vereadores da cidade para apresentar uma nova peça do Projeto da Lei Orçamentária Anual de 2024. A proposta, adaptada pelo Executivo, incorpora o novo elemento de despesas relativas às emendas impositivas e absorve a Verba Indenizatória de Atividade Parlamentar (VIAP), destinada aos gabinetes dos vereadores.

Durante a exposição, o prefeito destacou a necessidade de ajustes no orçamento, ressaltando que a proposta é realista e pode ser executada, estando ajustada à expectativa da Casa Legislativa. Cunha Lima enfatizou a importância de alinhar as expectativas à realidade, considerando os cortes necessários no próprio orçamento municipal no valor total de R$ 10,2 milhões para viabilizar as mudanças propostas.

“Uma coisa é querer, outra coisa é fazer. Não se tem como mexer no orçamento dessa forma em cima da hora de uma coisa que foi aprovada no final de 2023, quando se teve meses de audiências públicas, discussão no plenário, foram meses para debater esse assunto”, afirmou o prefeito em entrevista à Rádio Correio.

Ele ressaltou a importância de um planejamento cuidadoso para evitar impactos nos serviços essenciais à cidade.

Bruno Cunha Lima ressaltou a disponibilidade da Prefeitura em apresentar alternativas e dialogar para encontrar soluções que atendam às necessidades tanto do Executivo quanto do Legislativo municipal.

“Se não tiver orçamento, não tem licitação, se não tiver licitação, não tem contrato, se não tiver contrato não tem serviços. Os vereadores ficaram de se reunir, para debater qual seria a posição, especialmente os vereadores de oposição, não todos. A Câmara tem todo o direito de gerir o orçamento dela como quiser, desde que não atinja os serviços essenciais que são para a cidade. Quem é que sai prejudicado com isso é o prefeito? É a câmara diretamente? não é a cidade, então quando a gente chama pra conversar, pra mostrar o que é possível é para tentar adequar a expectativa que a Câmara tem à realidade, então nós apresentamos as alternativas.” disse.

Participaram da reunião diversos vereadores, incluindo Luciano Breno, Alexandre do Sindicato, Aldo Cabral, Saulo Noronha, Saulo Germano, Jandui Carneiro, Ilmar Falcão, Fabiana Gomes, Pimentel Filho, Olímpio Oliveira, Rostand Paraíba, Dona Fátima, Doutora Carla, Napoleão Maracajá, Bruno Faustino, Anderson Almeida, Renan Maracajá, Eva Gouveia e Márcio Melo.

O encontro foi marcado já que há um impasse entre o Executivo e o Legislativo com relação ao orçamento da Rainha da Borborema para este ano.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.